História do humorista com cavalos começou muito cedo. Foto: Divulgação

História do humorista com cavalos começou muito cedo. Foto: Divulgação

“A minha história com cavalos começou muito cedo. Meu pai é nordestino, de Palmares, Pernambuco. Quando eu tinha 3 anos de idade, me levou para conhecer os meus avós, que criavam gado e cavalos. O meu avô me levou para ver um potrinho que havia acabado de nascer e prometeu que ele seria meu. Eu sempre cobrava dele esse cavalo. Mas lá ele ficou. Eu cresci com essa ideia na cabeça e meu relacionamento com os cavalos também foi aumentando. É um animal magnífico, único, que nos traz paz e alegria. Realmente, só quem conhece ou lida com cavalos sabe e entende do que eu estou falando”.

Emerson França é locutor e humorista dos programas “Band Bom Dia” e “A Hora do Ronco”, todos os dias, das 5h às 9h da manhã, na Band FM, e apresentador do Programa “Só Risos”, na Band TV, todos os domingos a partir das 14h, onde narra e comenta as pegadinhas e os vídeos mais engraçados da internet. É também o dono da voz padrão da Nativa FM, na qual faz todas as chamadas da rádio do Grupo Bandeirantes de Rádio e Televisão.

“Eu nasci em São Paulo, capital, e com meus pais me mudei para Araraquara no interior de São Paulo. Na sequência fomos morar em Itanhaém, litoral paulista, onde comecei a minha carreira como locutor e humorista, por volta dos 20 e poucos anos. Eu sonhava em ser ator de TV e cinema. Durante os cursos de teatro e figuração, percebi que tinha uma voz que agradava a todos, facilidade de fazer algumas imitações e de fazer humor. Percebi que as pessoas gostavam e se divertiam muito com as minhas brincadeiras. Meu primeiro trabalho foi na Rádio Anchieta AM, na cidade de Itanhaém, e depois na extinta Juréia FM, na cidade de Peruíbe. Em 2009 fui contratado para trabalhar no Programa “A hora do Ronco”.

Atualmente Emerson também empresta sua voz para comerciais de TV e rádio, além de narrar vídeos institucionais de várias empresas. Faz o Show humorístico de teatro “Vamu Ri”, que há três anos consecutivos já é sucesso absoluto de público. Eu fui assistir e posso dizer que é imperdível. Seu talento nos diverte e, para a surpresa de todos, também nos emociona.

Dentro de todos os personagens que faz no rádio, os mais consagrados são o “Pidoncio” e o “Homem Vinheta”.

Pidoncio nasceu da inspiração de um catador de latinhas de praia, em Peruíbe, na Rádio Juréia, e hoje é o seu personagem de maior sucesso no Programa “A Hora do Ronco”. Trata-se de uma figura carismática e inocente, que tem uma voz engraçada e troca as sílabas das palavras.

Já o Homem Vinheta nasceu de uma brincadeira dentro do Programa A Hora do Ronco, onde de improviso Emerson precisou fazer uma vinheta, usando voz grave e impostada. Logo de cara agradou ao público feminino, e Tadeu, que também é um dos apresentadores do programa, foi quem batizou este personagem e ele se tornou o sonho de consumo das ouvintes. Elas suspiram ao ouvir a sua voz.

“Quero muito continuar fazendo rádio. Às 5h da manhã já estou de bom humor, porque amo o que faço. E agora estou realizando mais um grande sonho: fazer humor também em um programa de televisão. Mas como projeto futuro quero ainda mais que só fazer humor: apresentar um programa de entretenimento. Gosto de desafios e neste caso eu usaria o humor para brincar com o auditório e para ficar mais próximo do meu público”.

Nas horas vagas, Emerson adora andar a cavalo. Ele acredita que é um antiestresse, relaxa e funciona como terapia. Pensa em no futuro criar cavalos. Não só pelo amor, nem só por hobby, mas como investimento, como negócio.

Fica aqui a dica de Emerson França a todos os que acompanham o seu trabalho, aos seus fãs e aos que acompanham a Coluna Cavalos:

“Você que nunca teve contato com cavalos, presta atenção no que eu vou falar: vale a pena! Vá conhecer um Haras, uma Hípica ou um Centro de treinamento próximo da sua região. Tente se aproximar desse animal, manter contato, olhar nos olhos e conversar com ele. Isso faz bem para alma! Observe os seus movimentos, sua linguagem corporal, comunique-se com ele, interaja. É gratificante, principalmente quem tem crianças. Faça cavalgadas com a família e amigos. A sensação de bem-estar é inexplicável. Eu sou amigo e parceiro do Haras Três Rios há alguns anos e já me sinto como membro da família”.

Emerson França, durante a nossa conversa, falou também sobre a Coluna Cavalos. E não economizou elogios.

“Sempre acompanho as redes sociais relacionadas ao mundo dos cavalos. Elas me atraem. Fiquei sabendo da estreia da Coluna Cavalos no Portal do Andreoli através dessas mídias. O legal dessa coluna é que ela é feita para quem não tem muito contato ou nenhum contato com os cavalos, e, através dela, passam a ter acesso a histórias de quem admira, gosta, cria e ama esses animais. Além de saber mais a respeito da criação, de como funciona um haras, um centro de treinamento e de como esses animais vivem e se comportam, elas passam a ter consciência dos benefícios que esses animais trazem para as nossas vidas. Estou muito feliz em poder participar desta coluna, dando o meu depoimento, incentivando e inspirando as pessoas a conviver mais com esses seres cheios de luz. Um grande abraço a todos e continuem me prestigiando todos os dias na Band! Espero vocês”.

Achei incrível essa nossa conversa e a partir das próximas colunas, vamos aproveitar a deixa para nos aprofundarmos ainda mais nesse universo: vamos saber como se administra um Haras, como esses animais são cuidados, tratados, a relação criança-cavalo, como podem ser usados para tratamentos, terapias e muito mais.

Então até mais, com muito mais cavalos em nossas vidas!!!

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR AS COLUNAS DE FLÁVIA RAUCCI NO PORTAL DO LUIZ ANDREOLI

CLIQUE AQUI E ACESSE O SITE DO HARAS TRÊS RIOS

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    39
  • 2 San
    37
  • 3 Pal
    36
  • 4 Cor
    32
  • 5 São
    31
  • Veja tabela completa