Partida foi disputada no Mineirão. Foto:  REUTERS/Luisa Gonzalez/via UOL

Partida foi disputada no Mineirão. Foto: REUTERS/Luisa Gonzalez/via UOL

A Argentina sofreu, não jogou bem e ainda não sabe o que é vencer na Copa América 2019. Depois de estrear com derrota contra a Colômbia, a seleção de Lionel Messi saiu atrás do placar, hoje, contra o Paraguai, mas buscou o empate. Final: 1 a 1 no Mineirão. Sánchez e Messi marcaram.

O resultado deixa os argentinos com um ponto, na lanterna do grupo B. A Colômbia, que bateu o Qatar hoje mais cedo, lidera e está classificada com quatro pontos. O Paraguai é o vice-líder, com dois, contra um ponto do Qatar, que supera a seleção argentina no saldo de gols. Além dos dois primeiros de cada grupo, os dois melhores terceiros colocados avançam às quartas de final.

Na 3ª rodada da Copa América, a Argentina encara o Qatar, no próximo domingo (23), às 16h, na Arena do Grêmio. Já o Paraguai enfrenta a Colômbia, na Fonte Nova, no mesmo dia e horário.

Quem foi bem: Almirón

Almirón foi o grande responsável pelo gol do Paraguai no primeiro tempo. Ele deu bela arrancada e assistência para Sánchez estufar as redes. Na etapa final, o camisa 23 seguiu com boas jogadas de velocidade e deu mais trabalho para a defesa argentina.

Quem foi mal: Pereyra e Otamendi

A dupla foi o peso negativo da Argentina. Pereyra falhou no início da jogada do gol de Sánchez. Ele desistiu de cortar o cruzamento de Almirón na linha de fundo. O camisa 7, inclusive, foi substituído na volta do intervalo por Aguero. Já Otamendi estava sem tempo de bola, cometeu pênalti e poderia ter sido expulso na reta final.

Messi marca após pênalti marcado com o VAR

O primeiro tempo foi de um Messi de cabeça baixo e andando em campo, mas o camisa 10 mudou no segundo tempo. Aos nove minutos, o árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio foi checar possível pênalti para a Argentina no VAR. O juiz viu toque de mão de Piris em chute de Lautaro e marcou a penalidade. Messi bateu forte e empatou o jogo.

Armani vai de `papelão´a herói

Na reta final do primeiro tempo, o goleiro Armani saiu do gol para dominar uma bola, mas errou o domínio, foi desarmado por Derlis e fez falta no camisa 10. Os paraguaios pediram a expulsão do argentino, mas o árbitro deu apenas o amarelo. Tudo mudou no segundo tempo, quando o goleiro defendeu pênalti do mesmo Derlis. A partida já estava 1 a 1.

Atuação da Argentina

O técnico Lionel Scaloni promoveu mudança no setor ofensivo da Argentina. Saíram Aguero e Di María. Entraram De Paul e Lautaro Martínez. Os argentinos tiveram a bola no pé, mais posse, mas encontraram dificuldades para ultrapassar a última linha do Paraguai. A melhor chance antes do intervalo foi em falta de Messi, defendida sem dificuldade por Gatito. A bicampeã mundial melhorou no segundo tempo e chegou ao gol com Messi, que "acordou". A Argentina continuou superior depois do empate e esteve perto da virada, mas errou muito.

Atuação do Paraguai

No primeiro tempo, a seleção do Paraguai começou respeitando a Argetina, mas se soltou aos poucos. Primeiro, teve chance com Derlis. Depois, abriu o placar com Sánchez em jogada de velocidade. Os paraguaios começaram o segundo tempo com bons contra-ataques, mas aous poucos viram os argentinos empatarem e ainda perderam um pênalti. Só não levaram o segundo gol por vacilos do ataque da Argentina.

Cronologia do jogo

Sánchez abriu o placar para o Paraguai aos 37 minutos do primeiro tempo. Messi empatou o jogo aos 12 minutos do 2º tempo. Pouco depois, os paraguaios perderam a chance do segundo quando Derlis bateu pênalti defendido por Armani.

FICHA TÉCNICA
ARGENTINA 1 X 1 PARAGUAI

Data e hora: 19 de junho de 2019, às 21h30
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Brasil)
Assistentes: Marcelo Van Gasse e Rodrigo Corrêa (ambos do Brasil)
Cartões amarelos: Piris, Rojas e Gustavo Gómez (Paraguai); Otamendi, Tagliafico e Armani (Argentina)
Gols: Sánchez, aos 37 do 1º tempo; Messi, aos 12 do 2º tempo

ARGENTINA: Armani; Casco, Pezzella, Otamendi e Tagliafico; Paredes, Pereyra (Aguero), Lo Celso e De Paul; Messi e Lautaro Martínez (Di María). Técnico: Lionel Scaloni

PARAGUAI: Gatito; Piris, Gustavo Gómez, Junior Alonso e Arzamendia; Rodrigo Rojas, Sánchez e Matías Rojas e Almirón; Derlis González e Santander (Óscar Romero). Técnico: Eduardo Berizzo

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    52
  • 2 Pal
    47
  • 3 San
    44
  • 4 Cor
    42
  • 5 São
    39
  • Veja tabela completa